Leobreda.net

Web, .Net,
SQL, Cloud...

Turbinando o Moodle

Técnicas e dicas para aumentar o rendimento do LCMS Moodle

Para quem já implementou o Moodle, percebeu que o mesmo é rápido demais no ambiente de desenvolvimento, e lerdo demais na hospedagem. Vale como experiência minha...

Vamos lá.

1. Instale o Moodle em ambiente Linux/Apache, e evite o Ms. IIS/PHP5 Isapi

Não é a toa que o tempo de compilação das páginas do meu site caíram drasticamente, só pelo fato de trocar a linguagem. Sistemas rodando em servidores Linux são mais velozes que servidores Windows, principalmente em termos de linguagem PHP, isso sem falar na liberdade do .htaccess. O IIS aceita PHP, mas é a mesma coisa que um americano tentar falar português. É LENTO em aplicações com muitos usuários conectados.

2. Utilize subdomínio. Prefira moodle.seusite.com do que www.seusite.com/moodle

Se você já o instalou na 2ª opção, não se desespere!
- Abra o seu gerenciador de domínios na hospedagem, crie o subdomínio (moodle.seusite.com), apontando para a pasta /moodle.
- Acesse o arquivo config.php dentro da pasta /moodle.
- Altere o valor da variável [$CFG->wwwroot="http://www.seusite.com/moodle"] p/ [$CFG->wwwroot="http://moodle.seusite.com"].

Por que subdomínio? Simples. No subdomínio, podemos apontar as imagens e scripts utilizando apenas o caminho absoluto, conforme o item a seguir

3. Remova o domínio apontado nas folhas de estilos e JavaScripts

No modo convencional, as folhas de estilos CSS e JavaScripts estão apontando para o mesmo endereço de domínio.

 

Ao utilizar o subdomínio, podemos retirar a URL principal da seguinte forma:

 

Desta maneira, haverá redução de vezes que o navegador precisará consultar a tabela ARP - "DNS local" -  do seu computador, consequentemente a diminuição no tempo de carregamento da página.

Para retirar o endereço do site no HTML nas tags javascript, abra o arquivo /lib/javascript.php, e remova as variáveis [$CFG->wwwroot].

Faça o mesmo no arquivo /lib/weblib.php para retirar o endereço do domínio das folhas de estilos (CSS). Localize a variável [$CFG->pixpath], alterando o seu valor de [$CFG->wwwroot ."/pix"] para apenas ["/pix"]

4. Utilize MySQL

O PHP possui comunicação nativa com o MySQL. Há muito preconceito com o MySQL de profissionais acostumados com o padrão Microsoft (mal sabem a diferença entre as estruturas MyIsam e InnoDB!). Além de gratuito, o MySQL é extremamente veloz. Evite apontar para um servidor que esteja fora da mesma rede interna (LAN), ou seja, não deixe que o Apache conecte com o MySQL acessando uma rede externa (WAN).

 

Estas são apenas algumas dicas. Procure deixar a estrutura de configuração o mais simples possível. Desabilite o "Cache no banco de dados", evite o carregamento de arquivos pesados, edite sempre que possível os arquivos com conteúdos multimídia para que uma pessoa com a menor banda larga possa também acessar. Afinal de contas, o Moodle foi feito para unir o aluno do centro das metrópoles com a melhor banda larga, com o aluno de uma cidade remota do interior com a pior banda larga Speedy.




Acessar todos os artigos »

Site em reconstrucao...